TElessaude logo-02.jpg 

googleplay.png
politica.png

Apresentação

O Núcleo do Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes é uma parceria entre a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), por meio da Secretaria de Educação a Distância (SEAD) e o Ministério da Saúde. A parceria é firmada por meio de convênio, em regime de cooperação técnica, administrativa e científica, com o objetivo de assegurar a implantação deste Núcleo na UNIFESP, no Estado de São Paulo com 130 pontos de conexão, prioritariamente nos municípios de difícil acesso e áreas remotas e de maior vulnerabilidade, para melhoria da qualidade da assistência na Atenção Básica no Sistema Único de Saúde por meio de diferentes estratégias educacionais, formativas e de suporte.

O Programa Telessaúde Brasil Redes

Segundo o portal do projeto de Telessaúde Brasil Redes, define-se como Telessaúde determinados pontos conectados à internet, com sistemas e equipamentos de computação e informática que tenham um processo de trabalho e fluxos definidos junto à Equipe de Saúde da Família usuária, que estejam implantados em Unidades de Saúde da Família.

Com uma população de 41.262.799 (IBGE, 2010), o estado de São Paulo é dividido em 645 municípios, sendo 75 dos municípios com população acima de 100.000 habitantes. O protocolo dos sistemas ofertados pela Telessaúde define as seguintes atividades como sendo serviços:

- Telediagnóstico: consulta registrada e realizada entre trabalhadores, profissionais e gestores da área de saúde, por meio de instrumentos de telecomunicação bidirecional, com o fim de esclarecer dúvidas sobre procedimentos clínicos, ações de saúde e questões relativas ao processo de trabalho, podendo ser de dois tipos: a) Síncrono (telediagnóstico realizado em tempo real, geralmente por chat, web ou videoconferência) ou b) Assíncrono (telediagnóstico realizado por meio de mensagens off-line). Será dada prioridade à formação em telediagnóstico em diversos campos do conhecimento, ação considerada essencial no Programa Telessaúde Brasil Redes.

- Segunda Opinião Formativa: resposta conceitual formalizada a perguntas originadas dos telediagnósticos, e selecionadas a partir de critérios de relevância e pertinência em relação às diretrizes do Sistema Único de Saúde. Será constituída uma base de conhecimento em Segunda Opinião Formativa (SOF) para fins de ensino e pesquisa.

O Núcleo Telessaúde Brasil Redes na Unifesp visa a oferta de formação no campo da Saúde na área de apoio à decisão, por meio da utilização de recursos tecnológicos para os profissionais da saúde utilizando sistemas de tecnologia da informação desenvolvidos nos mais de 20 anos de experiência adquirida da Unifesp no campo da Telessaúde e da Telemedicina.

Missão do Núcleo Telessaúde Brasil Redes da SEAD/UNIFESP

  • Criar recursos educacionais permanentes para qualificar a assistência prestada pelas equipes de saúde;
  • Propiciar elementos tecnológicos para uma Segunda Opinião Formativa (SOF);
  • Qualificar os profissionais da Atenção Básica;
  • Ofertar recursos educacionais de Telessaúde síncrona: por chat, webconferência ou videoconferência;
  • Oferecer recursos educacionais de Telessaúde assíncronos: telediagnóstico por meio de envio e recebimento de mensagens off-line.
  • Ativar a rede de apoio aos trabalhadores da Estratégia de Saúde da Família;
  • Capacitar as equipes das UBS a utilizar as tecnologias para obter uma maior resolutividade dos atendimentos;

Núcleo Técnico-Científico Telessaúde Brasil Redes UNIFESP

E-mail: telessaude@unifesp.br - Telefone: (11) 3385-4211

Endereço: Rua Sena Madureira, 1500 - 4º Andar - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04021-001