telessaude_horizontal-site.png
Loja do Google Facebook Instagram Twitter Linkedin Youtube linkedin.png WhatsApp Business

Fevereiro Roxo

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Campanha tem como objetivo incentivar  o diagnóstico precoce.

Fevereiro Roxo é uma campanha que tem por objetivo conscientizar a população sobre 3 doenças crônicas sem cura (Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia), mas que podem ter algo bem importante em comum: a possibilidade de conforto ou de melhor qualidade de vida. Este é inclusive o lema principal da campanha, que diz “Se não houver cura que, no mínimo, haja conforto”.

Outro grande objetivo da campanha é incentivar o diagnóstico precoce! Alvo de grande relevância também visto que a demora no diagnóstico pode aumentar muito a gravidade das síndromes. Já o tratamento precoce pode trazer muitos ganhos em termos de melhor qualidade de vida e de resposta positiva ao tratamento.  

Estes são pontos importante de termos em mente, pois infelizmente muitos pacientes demoram anos até chegar ao diagnóstico.  

Nesse sentido, separamos abaixo alguns trabalhos que podem ajudar com informações relevantes sobre as síndromes, seus sintomas, diagnósticos e formas de tratamento.

Informação também é tratamento. Compartilhe!  

Lúpus

Doença inflamatória causada quando o sistema imunológico ataca seus próprios tecidos. O lúpus (LES) pode afetar articulações, pele, rins, células sanguíneas, cérebro, coração e pulmões. 

Os sintomas variam, mas podem incluir:

  • fadiga,
  • dores nas articulações,
  • manchas na pele e febre.

Podem se agravar (crise) por alguns períodos e, posteriormente, melhorar.

Consultar mais informações em:  https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z-1/l/lupus

Alzheimer

Doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes. As conexões das células cerebrais e as próprias células se degeneram e morrem, eventualmente destruindo a memória e outras funções mentais importantes.

Perda de memória e confusão são os principais sintomas.

Não existe cura, mas os medicamentos e as estratégias de controle podem melhorar os sintomas temporariamente.

Consultar mais informações em: 

https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z-1/a/alzheimer 

http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/dezembro/08/465660-17-10-MINUTA-de-Portaria-Conjunta-PCDT-Alzheimer-27-11-2017---COMPLETA.pdf 

Fibromialgia

Dor e fraqueza muscular generalizada. A fibromialgia costuma ser acompanhada por fadiga e alterações no sono, na memória e no humor.

Dor muscular generalizada e sensibilidade são os sintomas mais comuns.

Medicamentos, psicoterapia e redução do estresse podem ajudar no controle dos sintomas.

Requer um diagnóstico médico

Consultar mais informações em: 

https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0482-50042017000800006&script=sci_arttext&tlng=pt 

Autor

m_20190611122454.jpg

Felipe Azevedo Moretti

Coordenador Temático de Reabilitação - Telessaúde São Paulo - Unifesp

Graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006), especialização em Acupuntura pelo Instituto Mineiro de Estudos Sistêmicos (2007), MBA pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP, 2009) e especialização em Terapia Comportamental pela USP (2014). Trabalha com projetos de extensão e pesquisa na UNIFESP desde 2009. Fez mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Medicina Interna e Terapêutica na UNIFESP e o doutorado pelo Programa de Gestão e Informática em Saúde - com investigação sobre formas de apoio e acolhimento remoto para pacientes crônicos, com foco na fibromialgia. Em 2016 foi pesquisador principal de um projeto de inovação com apoio FAPESP e recentemente teve afiliação ao Núcleo Técnico-Científico Telessaúde Brasil Redes UNIFESP, prestando apoio com estratégias de educação para atenção básica. Já recebeu bolsas da Capes, da FAPESP e do CNPq. E os principais temas de interesse são: saúde pública, fibromialgia, dor crônica, grupos de apoio, psicologia, depressão e educação em saúde. Mais informações: Clique aqui

Telessaúde São Paulo

E-mail: telessaude.sp@unifesp.br - Telefone: (11) 3385-4211

Endereço: Rua Pedro de Toledo, 715 - Piso superior - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04039-032