telessaude_horizontal-site.png
Loja do Google Facebook Instagram Twitter Linkedin Youtube linkedin.png WhatsApp Business

Dia Nacional da Criança com Deficiência

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

No Brasil, há 3,5 milhões de crianças com deficiência 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 1 bilhão de pessoas tem algum tipo de deficiência no mundo e, uma em cada dez, é criança. No Brasil, 45,6 milhões de pessoas são portadoras de deficiência. Destas, 7,5% são crianças de até 14 anos de idade, segundo o último censo do IBGE, de 2010, ou seja, cerca de 3,5 milhões de crianças.

Entre 2000 e 2010, houve uma queda de 5,5% no número de crianças do grupo de 0 a 14 anos. Mas mesmo com a diminuição, o volume de crianças com deficiência dentro dessa faixa etária cresceu 3,2%. 

Muitas vezes, crianças com deficiência estão entre os membros mais pobres da população. São menos propensos a frequentar a escola, a acessar serviços médicos ou a ter suas vozes ouvidas na sociedade.

Suas deficiências também as colocam em maior risco de abuso físico e, muitas vezes, as excluem de receber nutrição adequada ou assistência humanitária em emergências.

Por meio do Programa de Triagem Neonatal, incluindo o teste do pezinho, o teste da orelhinha e o teste do olhinho, as ações de prevenção das deficiências por causas evitáveis e a identificação e intervenção precoce estão integradas à Rede de Cuidados a Pessoa com Deficiência e à Rede Cegonha.

O teste do pezinho é realizado em recém-nascidos para identificar desordens metabólicas, endocrinológicas, e outros distúrbios genéticos e congênitos que não apresentam sintomatologia clínica ao nascimento e assegurar ao recém-nascido diagnosticado tratamento e acompanhamento multidisciplinar por toda vida, alterando o curso clínico da doença.

Sistema Único de Saúde - SUS 

Em dezembro de 2011, foi lançado o Viver Sem Limite: Plano Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência e o Ministério da Saúde instituiu a Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência no âmbito do SUS, estabelecendo diretrizes para o cuidado às pessoas com deficiência temporária ou permanente, progressiva, regressiva ou estável, intermitente ou contínua. O eixo de Atenção à Saúde do Viver Sem Limite tem como foco de ação a organização do cuidado integral em rede, contemplando as áreas de deficiência auditiva, física, visual, intelectual, ostomia e múltiplas deficiências, através da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no âmbito do SUS.

Outra medida fundamental à saúde das crianças e àquelas que possam apresentar alguma deficiência, é a identificação precoce de sinais de atraso do desenvolvimento infantil. A identificação de sinais iniciais de problemas no desenvolvimento possibilita a instauração imediata do cuidado à saúde em especial à estimulação precoce, essencial para melhorar o prognóstico e a capacidade funcional dessas pessoas.

Os Centros Especializados em Reabilitação e Oficinas Ortopédicas integram a rede do SUS, que oferece atenção às crianças realizando a estimulação precoce, o diagnóstico e reabilitação das crianças com deficiência. Nos anos de 2013 e 2014 foram habilitados 123 Centros Especializados em Reabilitação e 23 Oficinas Ortopédicas. As crianças que necessitam também são beneficiadas com concessão de órteses, próteses e meios de locomoção concedidos pelo SUS.

Confira a lista de:

Centros Especializados em Reabilitação e Oficinas Ortopédicas.

O modo correto de falar 

  • Não se fala surdo/mudo. Comece a dizer pessoa com deficiência auditiva, surda ou ensurdecida. 
  • Não existe a linguagem de sinais, o correto é Língua Brasileira de Sinais (Libras). 
  • Não fale cadeirante, opte por pessoa usuária de cadeira de rodas. 
  • Não fale deficiente físico, mas pessoa com deficiência física.

Benefício Assistencial de Prestação Continuada - BPC-LOAS

A criança tem direito ao BPC-LOAS?
Sim! A criança com deficiência pode ter direito ao BPC-LOAS. Nesse caso, precisa comprovar a deficiência ou doença grave que gera incapacidade, além de ser uma família de baixa-renda.

Referências

  • https://gauchazh.clicrbs.com.br/saude/vida/noticia/2020/12/dia-internacional-da-pessoa-com-deficiencia-15-dicas-para-sermos-mais-inclusivos-cki99kams009m019wv9kgwtrv.html
  • http://www.blog.saude.gov.br/index.php/570-destaques/34849-dia-nacional-da-crianca-com-deficiencia
  • https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Desenvolvimento/noticia/2019/05/criancas-com-deficiencia-quando-o-futuro-e-hoje.html
  • http://bvsms.saude.gov.br/ultimas-noticias/3375-09-12-dia-nacional-da-crianca-com-deficiencia

Hashtags

#dianacionaldacriançacomdeficiência #aacd #teleton 

 

 

Telessaúde São Paulo

E-mail: telessaude.sp@unifesp.br - Telefone: (11) 3385-4211

Endereço: Rua Pedro de Toledo, 715 - Piso superior - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04039-032