telessaude_horizontal-site.png
googleplay.png facebok.jpg instagram.jpg twitter.jpg linkedin.png WhatsApp Business

Por que nos sentimos frustrados no fim do ano ?

ansiedade-site.png


Alguns sentimentos como ansiedade, angústia, desânimo e frustração podem surgir nesse período. Mas por que isso ocorre?

A sensação de ansiedade aumenta conforme o estresse gerado por fatores associados a cobranças externas e internas. No trabalho, o medo ou insegurança em conseguir cumprir metas exigidas, o trabalho que deve ser concluído antes das festas e das férias. No plano emocional/afetivo, frustração ou carência não preenchidas durante o ano. Na dimensão existencial, objetivos de vida não alcançados que não puderam se cumprir.

O aumento da ansiedade pode ser sazonal. Assim como em alguns países temos, durante o inverno longo, o que chamamos de depressão sazonal, em outros, como aqui no Brasil, temos um aumento da ansiedade na época final do ano. O cansaço, o sentimento de não ter completado todos os planejamentos do começo do ano, aspectos financeiros e outros fatores individuais são os motivos mais comuns.

Uma reflexão possível para aplacar a ansiedade é pensar que, ainda que simbolicamente, o final do ano representa um final de ciclo, talvez com um toque de incompletude e irrealização. O começo de outro ano abre uma chave nova, na qual pode ser possível relacionar-se consigo mesmo e com o mundo, de modo mais pessoal, autorizando-se a não ser no mundo só a expectativa que os outros tem sobre você. Caso não tenha conseguido comprir todas as metas planejadas para esse ano, uma estratégia é RESPIRAR FUNDO, refletir sobre o que impediu a concretização dos seus planos e absorver os aprendizados para que consiga fazer os ajustes necessários. Cada ciclo que se encerra, abre um novo que permite a você um recomeço com mais maturidade e sabedoria. Não se cobre tanto! permita-se ser um Ser Humano em constante evolução.

E naõ se esqueça que você procurar ajuda profissioanal não é vegonha para ninguém.

Veja algumas recomendações para ajudar a combater a ansiedade:

1. Meditação ou mindfulness Não importa o nome da técnica, desde que foque a atenção em estímulos simples como controlar a respiração, fazer um auto avaliação do corpo ou focar-se nos sons ao seu redor. Tudo isso contribui para afastar pensamentos ansiogénicos.

2. Aceitação Nos últimos anos, as abordagens no tratamento dos transtornos concentram-se também em aceitar os sintomas e não sofrer por estar a sofrer. Apesar do estigma com a saúde mental estar a diminuir na sociedade, a verdade é que ainda atrapalha na aceitação da condição e compromete a recuperação dos pacientes.

3. Acompanhamento psicológico das terapias que os especialistas costumam indicar para quem sofre de ansiedade, a cognitiva comportamental é a mais frequentemente recomendada. O tratamento incide em interromper comportamentos ansiosos, o que gera mais resultados positivos.

4. Atividade física Praticar desportos de equipa ou exercício físico estimula a libertação de substâncias que ajudam na regulação do organismo e contribuem para a sensação de relaxamento. Por isso, os médicos recomendam o exercício como forma de fazer o próprio corpo produzir o 'remédio' de que necessitamos para sentir prazer.

#ansiedade #anxious #transtornomental #saúdemental #bemestar

Elaborado por: Kellen Cristine Aureliano Falcão

https://www.instagram.com/kellkaori/

Referências
https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/1380611/lutar-contra-a-ansiedade-quatro-recomendacoes-para-combater-o-transtorno
https://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,ansiedade-pode-ser-agravada-com-a-chegada-do-fim-do-ano,70003081631

 

Telessaúde São Paulo

E-mail: telessaude.sp@unifesp.br - Telefone: (11) 3385-4211

Endereço: Rua Pedro de Toledo, 715 - Piso superior - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04039-032