telessaude_horizontal-site.png
Loja do Google Facebook Instagram Twitter Linkedin Youtube linkedin.png WhatsApp Business

Dia Mundial de Luta contra a Aids

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Brasil tem 920 mil pessoas com HIV

No dia 1° de dezembro, vários países comemoram o Dia Mundial de Luta contra a Aids. Essa data foi instituída como forma de despertar a necessidade da prevenção, promover o entendimento sobre a pandemia e incentivar a análise sobre a aids pela sociedade e órgãos públicos. 

No Brasil, a data começou a ser comemorada no final dos anos 1980, envolvendo os governos federal, estaduais, distrital e municipais e organizações sociais.

Os objetivos da campanha são a desconstrução do preconceito sobre as pessoas vivendo com HIV/aids e a conscientização dos jovens sobre comportamentos seguros de prevenção. 

O Dezembro Vermelho surgiu em 1987, quando a ONU criou esta campanha e, em 1991, a fitinha vermelha surgiu com artistas de Nova York, para lembrar a luta contra o HIV e transmitir compreensão, solidariedade e apoio a quem vive com o vírus. No Brasil, o projeto foi adotado em 1988, pelo Ministério da Saúde.

Em 2020, o tema do Dia Mundial da Aids é "Solidariedade global, responsabilidade compartilhada". Este ano, a atenção do mundo está focada na covid-19 e como as pandemias afetam vidas e meios de subsistência.

O que é HIV? E AIDS?

hiv.PNG
HIV e Glóbulo branco - Folha de São Paulo

Uma das maiores dúvidas que possam surgir com a AIDS e o HIV é a diferença entre os dois termos, e em que momento usá-los. O HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, que provoca a doença chamada AIDS que, por sua vez, ataca o sistema imunológico da pessoa infectada, fazendo com que o seu organismo não consiga se defender de doenças.

Sendo assim, ser infectada com o vírus HIV não significa, no entanto, que a pessoa está com AIDS. Existem várias pessoas com o vírus, chamadas de soropositivas, que passam anos com esse invasor no organismo sem que a doença se manifeste. No entanto, isso não significa que a pessoa não possa passar o vírus para outras, sendo importante, então, conscientizar para a prevenção.

Números

  • Neste ano, até outubro, o Ministério da Saúde distribuiu 7,3 milhões de testes rápidos de HIV, 332 milhões de preservativos masculinos e 219 milhões de preservativos femininos.
  • Os novos casos de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) na América Latina, causador da aids, aumentaram 21% na última década, passando de 100.000 em 2010 a 120.000 em 2019, revelou nesta segunda-feira (30) a Organização Pan-americana da Saúde (Opas).
  • No mesmo período, o número de mortes anuais relacionadas ao HIV caiu ligeiramente, de 41.000 em 2010 para 37.000 em 2019, informou a Opas, o escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS).
  • O número de novos casos de HIV apresentou queda pelo terceiro ano seguido em SP, feito inédito desde o primeiro registro do vírus na cidade, em 1981. Em 2019, foram registrados 2.946 novos casos de HIV, 11,7% a menos do que no ano anterior, quando houve 3.340 notificações. Se a comparação for com 2017, a diminuição chega quase aos 25% (3.889 casos).
  • O HIV ainda infecta 1,7 milhão de pessoas a cada ano e mata cerca de 690 mil. E desigualdades significam que aqueles que são menos capazes de defender seus direitos ainda são os mais afetados.
  • Em 2013 (ano da implementação do tratamento para todos) a 2018, o Brasil apresentou uma queda de 16,8% na taxa de novos casos e 22,8% na taxa de mortalidade das pessoas que vivem com HIV.

E se você não usou camisinha ?

http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/testehiv/

Hashtags

 #UseCamisinha #Aids #HIV

Referências

http://www.aids.gov.br/pt-br/campanha/campanha-do-dia-mundial-de-luta-contra-aids-2010
https://canaltech.com.br/saude/dia-mundial-do-combate-a-aids-veja-respostas-aos-mitos-e-sobre-o-virus-e-a-doenca-175138/
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-12/ministerio-da-saude-apresenta-dados-e-acoes-de-combate-aids-no-pais
http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/testehiv/
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2020/11/30/novos-casos-de-hiv-superaram-20-na-america-latina-na-ultima-decada-diz-opas.htm
https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/11/em-dez-anos-diagnostico-de-hiv-entre-as-gestantes-do-pais-cresce-38.shtml

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2020/11/novos-casos-de-hiv-em-sp-caem-pelo-terceiro-ano-seguido-feito-inedito-desde-registro-do-virus-na-cidade.shtml

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/12/01/hiv-ainda-infecta-17-milhao-de-pessoas-a-cada-ano-e-mata-cerca-de-690mil.htm

https://www.uol.com.br/vivabem/especiais/conteudo-de-marca/gsk-descobrindo-o-hiv.htm?utm_source=uol&utm_medium=tvhome

Telessaúde São Paulo

E-mail: telessaude.sp@unifesp.br - Telefone: (11) 3385-4211

Endereço: Rua Pedro de Toledo, 715 - Piso superior - Vila Clementino - São Paulo - SP - 04039-032